xadrezms
   
 
 

  Histórico
 08/03/2009 a 14/03/2009
 01/06/2008 a 07/06/2008
 25/05/2008 a 31/05/2008
 18/05/2008 a 24/05/2008
 11/05/2008 a 17/05/2008
 04/05/2008 a 10/05/2008
 27/04/2008 a 03/05/2008
 20/04/2008 a 26/04/2008
 13/04/2008 a 19/04/2008
 06/04/2008 a 12/04/2008
 30/03/2008 a 05/04/2008
 23/03/2008 a 29/03/2008
 16/03/2008 a 22/03/2008
 09/03/2008 a 15/03/2008
 02/03/2008 a 08/03/2008
 24/02/2008 a 01/03/2008
 17/02/2008 a 23/02/2008
 10/02/2008 a 16/02/2008
 03/02/2008 a 09/02/2008
 27/01/2008 a 02/02/2008
 20/01/2008 a 26/01/2008
 13/01/2008 a 19/01/2008
 06/01/2008 a 12/01/2008
 30/12/2007 a 05/01/2008
 23/12/2007 a 29/12/2007
 16/12/2007 a 22/12/2007
 09/12/2007 a 15/12/2007
 02/12/2007 a 08/12/2007
 25/11/2007 a 01/12/2007
 18/11/2007 a 24/11/2007
 11/11/2007 a 17/11/2007
 04/11/2007 a 10/11/2007
 28/10/2007 a 03/11/2007
 21/10/2007 a 27/10/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 07/10/2007 a 13/10/2007
 30/09/2007 a 06/10/2007
 23/09/2007 a 29/09/2007
 16/09/2007 a 22/09/2007
 09/09/2007 a 15/09/2007
 02/09/2007 a 08/09/2007
 26/08/2007 a 01/09/2007
 19/08/2007 a 25/08/2007
 12/08/2007 a 18/08/2007
 05/08/2007 a 11/08/2007
 29/07/2007 a 04/08/2007
 22/07/2007 a 28/07/2007
 15/07/2007 a 21/07/2007
 08/07/2007 a 14/07/2007
 01/07/2007 a 07/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 17/06/2007 a 23/06/2007
 10/06/2007 a 16/06/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 20/05/2007 a 26/05/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 06/05/2007 a 12/05/2007
 29/04/2007 a 05/05/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 11/03/2007 a 17/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 28/01/2007 a 03/02/2007
 21/01/2007 a 27/01/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 24/12/2006 a 30/12/2006
 17/12/2006 a 23/12/2006
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 29/10/2006 a 04/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 27/08/2006 a 02/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 06/08/2006 a 12/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006
 23/07/2006 a 29/07/2006
 16/07/2006 a 22/07/2006
 09/07/2006 a 15/07/2006
 02/07/2006 a 08/07/2006
 25/06/2006 a 01/07/2006
 18/06/2006 a 24/06/2006
 11/06/2006 a 17/06/2006
 04/06/2006 a 10/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 21/05/2006 a 27/05/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 07/05/2006 a 13/05/2006
 30/04/2006 a 06/05/2006
 23/04/2006 a 29/04/2006
 16/04/2006 a 22/04/2006
 09/04/2006 a 15/04/2006
 02/04/2006 a 08/04/2006
 26/03/2006 a 01/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 05/03/2006 a 11/03/2006
 26/02/2006 a 04/03/2006
 19/02/2006 a 25/02/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 29/01/2006 a 04/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 15/01/2006 a 21/01/2006
 08/01/2006 a 14/01/2006
 01/01/2006 a 07/01/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 18/12/2005 a 24/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 04/12/2005 a 10/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 23/10/2005 a 29/10/2005
 16/10/2005 a 22/10/2005
 09/10/2005 a 15/10/2005
 02/10/2005 a 08/10/2005
 25/09/2005 a 01/10/2005
 18/09/2005 a 24/09/2005
 11/09/2005 a 17/09/2005
 04/09/2005 a 10/09/2005
 28/08/2005 a 03/09/2005
 21/08/2005 a 27/08/2005
 14/08/2005 a 20/08/2005
 07/08/2005 a 13/08/2005

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros sites
 XadrezMS Zip NET
 CBX
 FPX
 Clube de Xadrez - MG
 Esporteagil
 Esportems
 Folha esportiva
 Samaniego CXP Corumbá
 CX Blumenau SC
 Perfil News
 Correio do Estado
 Campo Grande News
 Midiamax
 DouradosAgora
 DouradosNews
 MSNoticias
 Corumbá On Line
 Capital do Pantanal
 AgoraMS
 ConesulNews
 O Pantaneiro
 Xadrez Regional SP
 Folha de Ladário
 Destaque1000 - SP
 Radio Caçula TL MS
 Hoje MS
 Diário MS
 FCX - Xadrez Cearense
 FCX SC - Santa Catarina
 AquidauanaNews
 Fed. Bahiana
 Brasília CX
 Fexpar - PR
 Fexeg - GO
 Xadrezam
 Chess Base
 TWIC Chess Center
 3Lagoas.com
 Pantanal News
 Sejel/SP Gov. São Paulo
 Sejel Fundesporte MS
 Ministério do Esportes
 COB




 

 
 

Orlando Silvestre venceu a 1ª. Etapa do Circuito Metropolitano 2007 de Xadrez

 

 

 

Orlando Silvestre que joga por Três Lagoas foi o vencedor da 1a. Etapa do Circuito Metropolitano 2007 de Xadrez, que aconteceu no dia 17 de março, no Espaço Café Xadrez em Campo Grande, com promoção e realização da Federação Sul-mato-grossense de Xadrez (Fesmax), da Associação Campo-grandense de Xadrez (ACX), do Clube de Xadrez Campo Grande (CXCG) e do Espaço Café Xadrez.

 

O vencedor invicto com três vitórias e um empate Orlando Silvestre na última rodada na mesa um empatou com Edson Oshiro que terminou em segundo, e na mesa dois Rogério Cucolotto de Aquidauana obteve a terceira colocação ao vencer Yendor Mendes.

 

Na mesa três Rubens Gazineu de São Gabriel do Oeste ficou em quarto lugar ao vencer Mario Ribas e na mesa quatro Naldo da Silva de Corumbá foi quinto ao vencer o estreante Vitor Cruzetta. Por categorias Marcus Miyasato foi o melhor Sub 14, Mario Marcio Ribas o melhor Over 40 e Vitor Cruzetta foi o destaque.



Escrito por silvestre às 21h27
[] [envie esta mensagem
]


 

 

Ranking Fesmax 2007

 

A classificação parcial do Circuito Metropolitano 2007 de Xadrez após a primeira Etapa tem na liderança Orlando Silvestre com dez pontos, em segundo Edson Oshiro com oito, em terceiro Rogério Cucolotto com seis, em quarto Rubens Gazineu com cinco, em quinto Naldo da Silva com quatro, em sexto Daniel Costa com três, em sétimo Oribes Pancrácio com dois e em oitavo Yendor Mendes com um ponto.

 

No próximo dia 24 de março acontecerá o II Open Aquidauana 2007 que valerá pontos para o Ranking Fesmax 2007, a partir das 14h00 na sede social da AABB.



Escrito por silvestre às 21h26
[] [envie esta mensagem
]


 

 

 II Aquidauana Open 2007

Prova Oficial Nível I

do Ranking Fesmax 2007

 

Na AABB de Aquidauana, no sábado dia 24 de março às 14h00, será realizado a segunda edição do Aquidauana Open, evento Oficial válido pelo Ranking Fesmax 2007 que distribui 60 pontos ao primeiro, 50 pontos ao segundo, 40 pontos ao terceiro, 39, 38, 37, 36 pontos sucessivamente aos posições decrescentes. Durante a temporada cada enxadrista soma em sua planilha somente seus três melhores resultados nas Provas Oficiais no Nível I.

 

 

Top 20 do Ranking Fesmax 2007

 

Lista Oficial Fevereiro

 

No.   Nome                                        Pts.      Cidade

 

1.   Marcelo Lopes                  100      Campo Grande
2.   Orlando Silvestre                96       Três Lagoas
3.   Rubens Gazineu                  80       São Gabriel dOeste
4.   José Nogueira                     74       Campo Grande
5.   Edson Oshiro                      71       Campo Grande
6.   Advalques Ferreira             71      Campo Grande
7.   Paulo Cavallieri                    66       Campo Grande
8.   Antonio dos Santos           60       Campo Grande
9.   Marlon Glauber                   55       Campo Grande
10. Gabriel Marques                 39       Campo Grande

.

11. Alexandre Fontoura           38        Campo Grande

12. Roberto Fedrizzi                 37        Campo Grande
13. Rogério Cucolotto             34        Aquidauana
14. Igor Vilela                            33        Campo Grande
15. Frederick Barbosa              33        Campo Grande
16. Naldo da Silva                    32        Corumbá
17. Danny Davalos                  32        Campo Grande
18. Marcus Miyassato            31        Campo Grande
19. Felipe Cristino                    31        Campo Grande

20. Oribes Pancracio                30        Campo Grande



Escrito por silvestre às 19h57
[] [envie esta mensagem
]


 

 

Ranking Fesmax 2007

 

Circuito Metropolitano de Xadrez 2007 inicia neste final de semana

Campo Grande (MS) - A Federação Sul-mato-grossense de Xadrez (Fesmax) realiza no Espaço Café Xadrez, nos dias 17 e 18 de março, a 1ª etapa do Circuito Metropolitano de Xadrez 2007, que será válido para o Ranking Fesmax 2007 no Nível III, como Circuito Oficial Municipal, com distribuição ao 1º lugar de 100 pontos, ao 2º de 80, ao 3º de 60, ao 4º de 50, ao 5º de 40 e nas demais posições 39, 38, 37, 36, 35, 34 pontos decrescentes por posições.

O sistema de disputa será o Suíço em cinco rodadas com o ritmo de jogo de quarenta e cinco minutos para nocaute. As inscrições poderão ser realizadas no sábado (17), às 13h30, no próprio local do torneio, com o custo de R$ 15,00 (quinze reais) no geral e de R$ 10,00 (dez reais) para sub-14 e feminino.

O congresso técnico acontecerá logo depois, às 14h, com a definição da primeira rodada no período vespertino de sábado. Também estão previstas a segunda e terceira rodadas. No domingo (18), às 8h30, a etapa segue com a quarta rodada, seguida da quinta e da última rodada, com a premiação acontecendo às 11h30.

Em 2006, nas quatro etapas disputadas, pontuaram ao todo dezoito enxadristas. Os Top 10 do Circuito foram Gabriel Marques com 24 pontos, seguido por Antonio dos Santos com 20, Orlando Silvestre com 14 (um segundo e um quarto lugar), Advalques Ferreira com 14 (dois terceiros e um quinto), Rubens Gazineu com 13 (um segundo e um sexto), Gabriel Leão com 13 (um segundo e um sétimo), Edson Oshiro com 13, Cledemar Machado com 10, Robson de Souza com 10, e Marcelo Lopes com 5 pontos.

A organização deste ano será dividida entra a Associação Campo-grandense de Xadrez (ACX), o Clube de Xadrez de Campo Grande (CXCG) e a Fesmax. Nos meses de abril, maio e junho serão programadas as etapas restantes, segundo os próprios organizadores. O Espaço Café Xadrez fica localizado na Avenida Duque de Caxias, 1681, perto do Comando Militar do Oeste (CMO).

Fonte: Quarta-feira, dia 14 de Março de 2007 às 09:10
http://www.esporteagil.com.br/index.php?act=Canal&PKCanal=52&PKConteudo=26862


 

Circuito Metropolitano de Xadrez 2007 inicia neste final de semana

Sexta-feira, dia 16 de Março de 2007 às 11:30

http://www.esporteagil.com.br/index.php?act=Canal&PKCanal=52&PKConteudo=26915

 

 

Circuito de Xadrez 2007 começa neste sábado na Capital

Fonte: 15 de Março de 2007 - 09:06

http://esportenoticia.com.br/exibe.php?id=58429&cod_editorial=1&url=index.php&pag=0&busca=

 

 

Circuito Metropolitano de Xadrez 2007 começa dia 17
Fonte: Quarta-feira, 14 de março de 2007 - 09h12m
http://www.douradosagora.com.br/not-view.php?not_id=185013


Circuito Metropolitano de Xadrez 2007 começa nos dias 17 e 18 de março
Fonte: Mato Grosso do Sul, Quarta-Feira, 14 de Março de 2007 - 10:22
http://www.agorams.com.br/index.php?ver=ler&id=97412


Calendário de março
17 e 18: Etapa inaugural do Circuito Metropolitano de Xadrez - Campo Grande
Fonte: Newton Arruda
http://www.clubedexadrez.com.br/news/art.asp?cmd=view&articleid=4766



Escrito por silvestre às 16h42
[] [envie esta mensagem
]


 

 

¿El nuevo Fischer?

 

El noruego Carlsen, líder con 16 años, asombra por su talento y carisma

 

El fervor causado por este adolescente es similar al que despertaron a su edad los grandes mitos 

 

LEONTXO GARCÍA - Morelia - 26/02/2007 | http://www.elpais.com/



Escrito por silvestre às 23h52
[] [envie esta mensagem
]


 

 

 La explosión de un genio del ajedrez

 

LEONTXO GARCÍA - Morelia - 26/02/2007

http://www.elpais.com/

Es la explosión de un genio del ajedrez. Magnus Carlsen debutó el día 17 en el Torneo de Morelia-Linares (se juega en dos fases: la primera en la ciudad mexicana y la segunda en la española)con el teórico destino de ser pasto de las fieras. Pero la actuación del noruego, de 16 años, es la mejor de un adolescente en la historia por brillantez, aplomo, valentía y puntos: anoche afrontó como líder la última ronda de la primera vuelta, que se disputa en la ciudad mexicana. Las audiencias en Internet se disparan; se vislumbra, por fin, a un sucesor carismático de los míticos Bobby Fischer, Anatoli Kárpov y Gari Kaspárov. "Este chico es impresionante". Así resumió el sentir general el ministro de Administraciones Públicas, Jordi Sevilla, quien comparte su pasión por el ajedrez con el presidente Zapatero, tras ver el jueves cómo Carlsen tenía contra las cuerdas al número uno, Véselin Topálov, el búlgaro de Salamanca.

Participante en un foro político en Morelia, Sevilla modificó su horario previsto de esa noche para sentarse un rato entre los espectadores que abarrotaban el teatro Ocampo. Presentía que era testigo de un momento histórico. Y acertó: poco después, tras seis horas de bello combate, Carlsen tumbó a Topálov y fue despedido con una ovación estruendosa. Unas horas antes, Silvio Danáilov, entrenador de Topálov, había dicho: "No hay duda alguna sobre el inmenso talento de Carlsen, comparable con los de Fischer y Kaspárov. Es justo lo que el ajedrez necesita".

Ese fervor está justificado: Carlsen también ha ganado en Morelia a Ivanchuk (ucranio, quinto del mundo) y Morosiévich (ruso, octavo) y ha hecho tablas con Leko (húngaro, sexto) y Aronián (armenio, séptimo). Antes de la partida con el ruso Svídler (duodécimo), en disputa al cierre de esta edición, sólo había perdido ante el indio Anand (segundo), quien aprovechó con maestría la inexperiencia del joven escandinavo. Para encontrar gestas similares hay que remontarse a Fischer, campeón de Estados Unidos a los 14 años, en 1957, o Kaspárov, vencedor en Banja Luka (la antigua Yugoslavia) a los 16, en 1979. Pero los rivales en esos dos torneos no eran tan fuertes como en éste de Morelia-Linares.

Carlsen habla lo justo tras las partidas y siempre con mucha modestia, quitando importancia a sus hazañas. Ha viajado con su padre, Henrik, sencillo, amable y empeñado en insuflar prudencia: "Lo normal es que Magnus no gane el torneo. Es cierto que ha mostrado un gran coraje y brillantez a pesar de ser debutante en la competición más importante del mundo. Pero sigue siendo el más joven y, teóricamente, el más débil de los ocho participantes. Con independencia de lo que pase en las siete partidas de Linares, su actuación ya es un éxito enorme".

La sensatez de Henrik es compatible con la admiración que su hijo despierta en Morelia, donde ha causado marabuntas de cazadores de autógrafos y fotos, así como grandes colas para entrar en el teatro Ocampo a ver sus partidas. A la espera de lo que ocurra en el histórico escenario del hotel Aníbal, de Linares, a partir del viernes, millones de aficionados de todo el mundo se deleitan con el análisis de las partidas del adolescente noruego que permiten vislumbrar el gen de los campeones.



Escrito por silvestre às 23h42
[] [envie esta mensagem
]


 

 

"Tengo un talento innato, pero muy trabajado"

Carlsen

ENTREVISTA: Ajedrez MAGNUS CARLSEN Subcampeón del Torneo de Linares con 16 años

 

LEONTXO GARCÍA - Linares - 12/03/2007

http://www.elpais.com/

 

Es un superdotado del ajedrez, pero pide que le traten como a un chico normal. Viaja mucho y sabe que se pierde algunos de los placeres de la adolescencia, pero se le ve feliz en los torneos de élite. El noruego Magnus Carlsen, de 16 años, ha quedado subcampeón del torneo Ciudad de Linares. Sólo fue superado por el indio Viswanathan Anand, de 37, nuevo número uno mundial, quien dijo de él: "Me parece imposible que no sea el campeón mundial en los próximos años". De momento, ha logrado el mejor resultado de un juvenil en los 450 años de historia de las competiciones de ajedrez.

 

Pregunta. ¿Se aburría de pequeño en el colegio?

Respuesta. Sí, porque aprendía mucho más rápido que casi todos mis compañeros. A menudo, el profesor estaba explicando algo que ya sabía.



Escrito por silvestre às 22h32
[] [envie esta mensagem
]


 

 

P. ¿Y son ciertas las hazañas de precocidad que se han publicado?

R. Se ha exagerado un poco. Es cierto que resolvía rompecabezas para niños mucho mayores y que me sabía de memoria los 400 municipios noruegos, con sus habitantes y su extensión, pero no los 200 países de la ONU con sus capitales y otros datos, aunque sí la mayoría.

P. ¿Es un genio?

R. No. Me gusta que me traten como a un chico normal. Soy muy intuitivo y creo que tengo un talento especial, innato, pero también muy trabajado, para sumergirme en las cosas que me gustan y concentrarme mucho, así como una buena memoria. No debes aprender por que te fuercen a hacerlo, sino por que estés realmente interesado.

P. Pero usted no mostró interés por el ajedrez cuando le enseñó su padre, a los cinco años de edad.

R. Es verdad. Él tenía mucha más ilusión que yo en ese momento, pero supo entender que a mí no me interesase. Y eso fue un gran acierto porque los padres no deben ser demasiado ambiciosos respecto a desarrollar las cualidades de sus hijos. Desde los cinco hasta los ocho años no jugué nada al ajedrez. A los ocho, mi padre empezó a enseñar a una de mis hermanas y, entonces, yo quería ganarla. Así que me puse también a jugar con mi padre. Ése fue el principal estímulo. Descubrí que el ajedrez era mucho más interesante de lo que creía a los cinco años.

P. Con esa experiencia, ¿qué consejos da a los padres de otros niños prodigio?

R. Que apoyen a sus hijos, pero sin presionarles porque pueden perder el interés y la ilusión. Que creen un ambiente propicio para desarrollar los talentos especiales. Yo he tenido oportunidades de hacerlo desde muy pequeño.

P. Por ejemplo, a los 12 años. Sus padres vendieron el coche, alquilaron la casa y se fueron con usted y sus tres hermanas a recorrer Europa.

R. Sí, fue una experiencia magnífica. Alemania, Austria, Italia, Montenegro, Grecia... Desde agosto hasta diciembre de 2003. Jugué varios torneos durante ese viaje, pero teníamos tiempo para visitar muchos sitios. Aparte de la gran belleza de Taormina, en Sicilia, y de los valles austriacos, nunca olvidaré la peculiar manera de conducir en el sur de Italia y en Grecia. Y disfruté mucho de la comida italiana, aunque ahora me ha enganchado aún más la mexicana. Me encanta el picante.



Escrito por silvestre às 22h28
[] [envie esta mensagem
]


 

 

P. Le imagino en una permanente contradicción en cuanto a estar en casa o viajar.

R. Así es. Después de tantos viajes, disfruto mucho en casa. Pero entonces tengo que ir al colegio, aunque ahora voy a uno para talentos de todos los deportes, que también viajan mucho, o sea que nos comprendemos bien. Me entreno dos o tres veces por semana con el equipo de fútbol de mi antiguo colegio, pero pronto me entran las ganas de viajar otra vez.

P. ¿Y sus amigos?

R. Los echo de menos, pero es la vida que he elegido y disfruto de ella, me compensa. Además, chateo con ellos casi todos los días.

P. ¿Le abruma que le comparen con Fischer y Kaspárov? ¿Tiene instinto asesino como ellos?

R. Odio perder a lo que sea. Y esa comparación me halaga porque no hay referentes mejores. Será muy difícil llegar tan arriba, pero no imposible.

P. Anand le ve como futuro campeón del mundo.

R. No tengo prisa porque no esperaba jugar tan bien a los 16 años. En mayo jugaré una eliminatoria del Torneo de Candidatos contra Aronián, que es el favorito. Pero, si le gano, creo que también podré hacerlo contra Shírov o Adams. En total, no creo que mis probabilidades de llegar al Mundial de septiembre, en México, sean más del 35%. Aunque la perspectiva de comer más picante puede ser un estímulo.

 

Fonte: http://www.elpais.com/



Escrito por silvestre às 22h27
[] [envie esta mensagem
]


 

 

O Circuito Metropolitano de Xadrez 2007 começa nos dias 17 e 18 de março

 

Gabriel Marques venceu o Circuito ACX 2006

Campo Grande (MS) - A Federação Sul-mato-grossense de Xadrez realiza no Espaço Café Xadrez, nos dias 17 e 18 de março, a 1ª. Etapa do Circuito Metropolitano de Xadrez 2007, que será válido para o Ranking Fesmax 2007 no Nível III, como Circuito Oficial Municipal, com distribuição ao 1º lugar de 100 pontos, ao 2º 80, ao 3º 60, ao 4º 50, ao 5º 40 e nas demais posições 39, 38, 37, 36, 35, 34 pontos decrescentes por posições.

 

O sistema de disputa será o Suíço em cinco rodadas com o ritmo de jogo de quarenta e cinco minutos nocaute, com inicio das inscrições no sábado as 13h30 com o custo de R$ 15,00 no geral e R$ 10,00 para sub 14 anos e feminino.

 

O Congresso Técnico acontecerá as 14h00 do dia 17/03 com a definição da primeira rodada, no período vespertino de sábado também estão prevista a segunda e terceira rodadas. No domingo 18/03 as 08h30 a 1ª. Etapa do Circuito Metropolitano segue com a quarta rodada, seguida da quinta e ultima rodada com a premiação acontecendo as 11h30.

 

Os pontos são distribuídos aos oito primeiros colocados. Neste sistema, as importâncias de pódios e figurar nas zonas de pontuação mostraram-se significantes tanto para obtenção dos pontos na classificação geral como para o desempate, por maior número de vitórias, segundos e terceiros lugares sucessivamente.

 

Em 2006 nas quatro Etapas pontuaram ao todo dezoito enxadristas, os Top 10 do Circuito ACX 2006 foram: em primeiro, Gabriel Marques com 24 pontos, seguido por Antonio dos Santos com 20, Orlando Silvestre com 14 (um segundo e um quarto lugar), Advalques Ferreira com 14 (dois terceiros e um quinto), Rubens Gazineu com 13 (um segundo e um sexto), Gabriel Leão com 13 (um segundo e um sétimo), Edson Oshiro com 13, Cledemar Machado com 10, Robson de Souza com 10, e Marcelo Lopes com 5 pontos.

 

A organização deste ano será dividida entra a ACX, o CXCG e a Federação Sul-mato-grossense de Xadrez (Fesmax). Nos meses de abril, maio e junho serão programadas as Etapas subseqüentes.

 

O Espaço Café Xadrez fica localizado na Avenida Duque de Caxias, 1681, perto do Comando Militar do Oeste (CMO).



Escrito por silvestre às 20h15
[] [envie esta mensagem
]


 

 

 

Classificação Final do Circuito Metropolitano de Xadrez Pensado da ACX 2006
| ACX | Fesmax | Espaço Café Xadrez |        1º. Sem 2006 | Campo Grande | MS |

Col. – Nome         Pontos (Pódios) Pts Rank.


1. Gabriel Marques      24 (1V., 1S.e 1T.)100
2. Antonio dos Santos   20 (1 Vit.e 1 Ter.)80
3. Orlando Silvestre    14 (1 Seg.) 60
4. Advalques Ferreira   14 (2 Ter.) 50
5. Rubens Gazineu       13 (1 Seg.) 40
6. Gabriel Leão         13 (1 Seg.) 39
7. Edson Oshiro         13 38
8. Cledemar Machado     10 (1 Vit.) 37
9. Robson de Souza      10 (1 Vit.) 36
10. Marcelo Lopes       5 35

11. José Nogueira       4 34
12. Daniel Gardin       4 33
13. Silvio Melo         4 32
14. Eduardo Narvaez     3 31
15. Danny Dávalos       2 30
16. Marlon Glauber      1 29
17. Paulo Cavalieri     1 28
18. Frederick Barbosa   1 27



Escrito por silvestre às 20h05
[] [envie esta mensagem
]


 

 

Linneker Arruda vence a segunda etapa do Circuito Enam

Corumba(MS)- Linneker Arruda conquistou neste fim de semana a segunda etapa do III Circuito Enam de Xadrez, realizado na Escola Neusa Assad Malta - ENAM em Corumbá, e ainda de quebra acabou com a invencibilidade de Augusto Samaniego.

Com promoção e realização da Federação Sul-mato-grossense de Xadrez, Clube de Xadrez Pantanal, Prefeitura Municipal através da Fundação de Esportes de Corumbá.

Linneker para chegar ao título, começou vencendo Thiago Pereira, em seguida Eric Marracini, depois  Augusto Samaniego e por fim empatou com Lucas da Conceição.

Samaniego propôs empate a Linneker, numa partida que estava quase empatada, e Linneker recusou e forçou até Samaniego errar e perder a partida. Após a partida Linneker esclareceu: "prometi a minha mãe que seria campeão desta etapa, e promessa para mãe não pode ser quebrada. No ano passado prometi que seria campeão do Ranking Fesmax e cumpri com 288 pontos de diferença para o segundo colocado".

Em segundo lugar ficou Augusto Samaniego, e continua liderando o Circuito Enam com 18 pontos contra 15 pontos de Linneker Arruda, e em terceiro lugar ficou Lucas da Conceição. Os três primeiros colocados receberam Revistas JAQUE como premiação.

Do quarto ao décimo primeiro lugares ficaram: Gardy Suarez (Colégio Objetivo), Reinaldo Mano (CXMM), Sahar Safa (Dom Bosco),  Diogo Viana (Focus Lan House), Eric Marracini (Carlos de Castro Brasil), Flávio da Silva (Ladário), Thiago Pereira (Focus Lan House) e Tony Aguilera (Carlos de Castro Brasil).

A terceira etapa do III Circuito Enam de Xadrez, sob ID 340, está agendado para os dias 24 e 25 de março na Escola Neusa Assad Malta - ENAM sito à rua Delamare, 424 entre as ruas Tiradentes e Ladário em Corumbá.

Fonte:
http://www.augustosamaniego.siteonline.com.br/



Escrito por silvestre às 09h59
[] [envie esta mensagem
]


 

 

 Troféu dos Invictos 

Augusto Samaniego ainda lidera o Troféu dos Invictos

Augusto Samaniego mesmo com a derrota frente a Linneker Arruda, continua liderando o Troféu dos Invictos, com 11 partidas.

O Troféu dos Invictos, tem por objetivo aumentar ainda mais a rivalidade dos enxadristas TOP de Corumbá, e massagear o ego deses enxadristas.

Pelas regras, ficará com o Troféu em definitivo aquele que não for superado, ou seja um enxadrista toma o troféu do outro (ou de si mesmo) até ao final da temporada 2007.

Ameaçando tomar o troféu de Samaniego estão: Linneker Arruda invicto a 5 partidas, Diogo Viana 4 partidas, Gardy Suarez 3 partidas e Lucas da Conceição 2 partidas.

O próximo duelo de neurônios é a terceira etapa do III Circuito Enam de Xadrez sob ID 340, está agendado para os dias 24 e 25 de março na Escola Neusa Assad Malta - ENAM sito à rua Delamare, 424 em Corumbá, com mais 4 partidas em disputa.

Fonte:http://www.augustosamaniego.siteonline.com.br/



Escrito por silvestre às 09h55
[] [envie esta mensagem
]


 

 


Cérebro oculto

Um curioso romance sobre a máquina
que enganou o mundo no século XVIII

Robert Löhr: fantasia do anão enxadrista

Rinaldo Gama

VEJA | Edição 1999 | 14 de março de 2007

O enxadrista russo Garry Kasparov sofreu uma derrota histórica na Filadélfia, em 1996 – para um computador. Projetado por cientistas da IBM, o Deep Blue tornou-se a primeira máquina a derrotar um campeão mundial em uma partida do mais clássico jogo de raciocínio. A ambição de construir um equipamento capaz de tal proeza iniciou-se, naturalmente, muito antes de o rei de Kasparov se curvar diante do supercomputador americano. A mais célebre das tentativas nesse sentido, diz a lenda, data do século XVIII; é ela que orienta os movimentos de A Máquina de Xadrez (tradução de André del Monte e Kristina Michahelles; Record; 406 páginas; 49,90 reais), o curioso romance de estréia de Robert Löhr, um dos mais celebrados nomes da nova literatura alemã. O livro recria a inacreditável história do "invento" de um certo barão Wolfgang von Kempelen, conselheiro da imperatriz Maria Teresa, da Áustria e da Hungria. A notoriedade de sua "máquina de jogar xadrez" espalhou-se pela Europa e chegou até os Estados Unidos – Edgar Allan Poe escreveu um ensaio no qual especulava sobre o funcionamento da engenhoca. O autor de A Queda da Casa de Usher percebeu o fato fundamental sobre o autômato: tratava-se de uma fraude.

 

Von Kempelen apresentava sua criação como um autômato inteligente, um tipo de máquina com aparência humana – no caso, a de um turco de turbante – disposta a desafiar qualquer oponente no tabuleiro de xadrez. Nas suas apresentações, sempre exibia o interior da máquina, para demonstrar que ela não escondia um manipulador humano. Era um truque, claro – os movimentos do boneco eram guiados por um enxadrista oculto. O romance de Löhr segue uma tese mais fantasiosa para explicar o funcionamento do turco: ele seria operado, de dentro, por Tibor Scardanelli, um anão praticamente imbatível no jogo, que Von Kempelen encontrou em Veneza, preso sob acusação de trapaça no tabuleiro.

 

A Máquina de Xadrez traz os lances típicos de um romance de entretenimento com ares históricos, na linha de O Perfume, o best-seller do também alemão Patrick Süskind: perseguições, crimes e sexo protagonizados por um conjunto de figuras que realmente existiram – caso de Von Kempelen – e personagens de ficção, como Tibor e a insinuante Elise, por quem ele se apaixona. A profusão de diálogos, artifício comum em livros desse gênero, torna a leitura mais rápida – além de piscar o olho para uma adaptação cinematográfica. Löhr também evita se demorar na descrição das partidas, pois isso perturbaria o andamento da narrativa para quem não domina as regras do xadrez.

 

Von Kempelen morreu em 1804, aos 70 anos, sem admitir a falsidade de sua obra – o que só foi feito mais tarde pelo francês Jacques-François Mouret, um dos jogadores que costumavam participar do embuste. Desmascarado, o turco virou cinzas no incêndio que, em meados do século XIX, tomou conta do museu que o abrigava, na Filadélfia – a mesma cidade onde Deep Blue tornaria assustadoramente real o sonho de uma máquina inteligente.

 

Réplica do "turco": manipulado por um jogador escondido

Fonte: http://veja.abril.com.br/140307/p_107.shtml



Escrito por silvestre às 13h56
[] [envie esta mensagem
]


 

 

Trecho de A Máquina de Xadrez,
de Robert Löhr

Neuenburg, 1783

No caminho de Viena para Paris, Wolfgang von Kempelen parou com sua família em Neuenburg e, em 11 de março de 1783, apresentou na hospedaria da praça do mercado seu legendário autômato do xadrez, um andróide em trajes turcos que dominava a arte do xadrez. Os suíços não haviam preparado nenhuma recepção calorosa para Kempelen. Afinal, os construtores de autômatos do principado de Neuenburg eram tidos como os melhores do mundo. Eis que aparecia um conselheiro real da província húngara - um reles funcionário para quem a relojoaria não era um ganha-pão, mas passatempo - que tinha conseguido ensinar o seu autômato a pensar. Uma máquina inteligente. Um aparelho feito de molas, rodas, cabos e rolos, que havia derrotado praticamente todos os seus adversários humanos no jogo dos reis. Em comparação com a extraordinária máquina de xadrez de Kempelen, os autômatos de Neuenburg não passavam de enormes caixinhas de música, um divertimento trivial para nobres muito ricos.

Apesar de todo o ressentimento, os ingressos para a apresentação do autômato do xadrez se esgotaram. Quem não tinha conseguido um lugar sentado teve de assistir de pé, atrás das fileiras de cadeiras. Os cidadãos de Neuenburg queriam ver como funcionava aquela maravilha da técnica, desejando no íntimo que Kempelen fosse um impostor, e que a invenção mais brilhante do século se revelasse, sob os seus olha- res atentos, um simples truque de prestidigitação. Mas Kempelen frustrou suas esperanças. Quando, no início da apresentação, com um sorriso autoconfiante, mostrou o interior do aparelho, só o que apareceu foram engrenagens; e, quando deu corda nas engrenagens e o turco do xadrez começou a jogar, ele o fez com os inconfundíveis movimentos de uma máquina. Os patriotas locais tiveram de reconhecer que Kempelen não era nada menos do que um gênio da mecânica.

O turco derrotou seus dois primeiros oponentes, o prefeito e o presidente do salão de xadrez de Neuenburg, em um espaço de tempo vergonhosamente curto. Kempelen solicitou então um voluntário para a terceira e última partida do dia. Passaram-se alguns instantes até que finalmente alguém se apresentou. Kempelen e seu público procuraram pelo voluntário, mas só foi possível vê-lo quando ele saiu do corredor formado pelos espectadores que haviam recuado: o homem era tão baixinho que mal batia na altura dos quadris dos presentes. Wolfgang von Kempelen recuou um passo e apoiou uma das mãos na mesa de xadrez. Visivelmente, a visão do anão o assustara, e ele empalideceu, como se estivesse diante de um fantasma.

Gottfried Neumann - assim se chamava o anão - também era relojoeiro e viajara da vizinha La Chaux-de-Fonds a Neuenburg especialmente para ver o autômato do xadrez jogar. O anão tinha cabelos pretos com algumas mechas grisalhas, presos na nuca em uma trança prussiana. Seus olhos castanhos eram iguais aos do turco do xadrez. Seu olhar era penetrante. As rugas na sua testa pareciam estar ali por obra da natureza, e as sobrancelhas pretas pareciam estar franzidas sobre os olhos desde o seu nascimento. Ele tinha a estatura de um menino de seis anos, mas era visivelmente mais forte; como se houvesse muito corpo para pouca pele. Ele trajava um justaucorps verde-escuro, feito sob medida, e um lenço de seda em volta do pescoço.

Sussurros encheram o salão quando Neumann foi ao encontro de Kempelen. Ninguém no público jamais tinha visto Neumann jogar xadrez. O presidente do salão de xadrez solicitou outros voluntários, que fossem reconhecidos como bons jogadores, e que talvez pudessem se esforçar por um empate com o autômato. Mas ele se calou com as vaias da platéia. O turco se revelara imbatível - mas o jogo entre uma máquina e um anão era algo que, no mínimo, valia a pena ser visto.

Kempelen não ajeitou a cadeira para o pequeno relojoeiro, como fizera para os jogadores que o antecederam. Como eles, Neumann sentou- se em uma mesa separada, com um tabuleiro separado, para permitir que o público visse o turco. Kempelen esperou que o anão se sentasse, pigarreou e pediu silêncio e atenção. Neumann contemplou o tabuleiro e as dezesseis figuras vermelhas à sua frente como se jamais tivesse visto algo semelhante, os ombros levantados e as palmas das mãos, como uma criança, apertadas contra o assento.

O assistente de Kempelen deu corda no autômato do xadrez com o auxílio de uma manivela e o mecanismo colocou-se em movimento com um rangido. O turco levantou a cabeça, moveu o braço sobre o tabuleiro e, com três dedos, colocou um peão no meio - da mesma forma como iniciara as partidas anteriores. O assistente repetiu o lance no tabuleiro de Neumann, mas o anão não reagiu. Ele nem ao menos levantou o olhar. Seguia olhando embasbacado para cada uma das suas figuras, como se fossem conhecidos que ele julgava mortos há muito tempo. O público ficou inquieto.

Wolfgang von Kempelen já ia dizer alguma coisa, quando, finalmente, Neumann se mexeu. Ele moveu seu peão do rei duas casas para frente, desafiando assim o peão branco.

Fonte:

http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/140307/trecho_maquina.html



Escrito por silvestre às 13h51
[] [envie esta mensagem
]


 

 

 

Neste domingo, vai acontecer segunda etapa do III Circuito Enam

 

Corumbá (MS) - A segunda das seis etapas da 3ª edição do Circuito Enam de Xadrez vai acontecer neste domingo, dia 11 de março, na Escola Neusa Assad Malta (Enam), situada na Rua Delamare, 424, entre as Ruas Tiradentes e Ladário, em Corumbá. A organização e a arbitragem do evento está a cargo de Silvio César Samaniego.

 

O objetivo do circuito é garantir a prática do xadrez, prioritariamente às crianças e adolescentes, como instrumento do processo de desenvolvimento integral e formação da cidadania, além de preparar a delegação corumbaense para o Campeonato Estadual de Menores, da Juventude e Juvenil, que acontece nos dias 19 e 20 de maio em Campo Grande, e de preparar os corumbaenses para o Open Pantanal, de 04 a 06 de maio em Arroyo Concepción, na Bolívia.

 

A taxa de inscrição é de R$ 5,00 (cinco reais). As inscrições e o congresso técnico acontecem a partir das 13h30, com início da etapa às 14h. A premiação será de Revistas Jaque do 1º ao 3º lugar. O circuito também será válido para o Ranking CXP, e terá a distribuição de pontos da seguinte forma: 100 pontos (1º lugar), 80 (2º), 60 (3º), 50 (4º), 40 (5º) e nas demais posições 39, 38, 37, 36, 35 e 34 pontos decrescentes, de acordo com a classificação final.

 

O sistema de jogo será de Xadrez Escolar até 16 anos, no sistema suíço em 4 rodadas com 21 minutos de reflexão para todos os lances. Já para maiores de 16 anos será de Xadrez de Rendimento, no sistema suíço em 4 rodadas com 30 minutos de reflexão para todos os lances.

 

Já venceram o Circuito Enam os enxadristas Eugênio Albaneze. no ano 2000, e Augusto Samaniego em 2005.

 

Fonte: Domingo, dia 11 de Março de 2007 às 04:50

http://www.esporteagil.com.br/index.php?act=Canal&PKCanal=52&PKConteudo=26799



Escrito por silvestre às 13h47
[] [envie esta mensagem
]


 

 

 

Enxadrista compete em busca do recorde

 

Sílvio Andrade, Corumbá

 

O enxadrista corumbaense Augusto César Samaniego, 32 anos, atinge neste final de semana a marca de 339 torneios oficiais disputados em dez anos de carreira. Sétimo no ranking 2006 da Fesmax (Federação Sul-Mato-Grossense de Xadrez), ele disse que superou a falta de apoio a um esporte que vem se destacando em Corumbá. Uma das revelações é Linneker Arruda,16, primeiro no ranking estadual.

 

"Comecei a praticar xadrez por necessidade de melhorar o raciocínio, nos tempos de faculdade", afirma Samaniego, que é professor de matemática. "Depois, comecei a competir, estreando oficialmente em março de 1997, no 7º Panamericano de Xadrez para a Juventude, em Laguna (SC). A partir daí me envolvi totalmente, chegando a promover torneios quando não tinha quem o fizesse".

 

De 1997 para cá Samaniego participou torneios dentro e fora do Brasil, inclusive como técnico. Em 1999, foi técnico e jogador nos 43º Jogos Regionais do Estado de São Paulo, em Assis. No mesmo ano, disputou o Campeonato Internacional de Xadrez Blitz, com a presença do mestre internacional de Cuba, Gerardo Lebredo; e da Palestra e Simultânea com o mestre internacional da Bolívia, Jonny Cueto.

 

O atleta foi técnico também da seleção brasileira no 1º Torneio Mercosul de Xadrez, em Assunção, Paraguai, em 2001. No ano passado, dirigiu a seleção sul-mato-grossense nas Olimpíadas Escolares Brasileiras, em Brasília. Neste sábado e domingo, ele tenta manter sua invencibilidade de nove partidas na segunda etapa do 3º Circuito Enam de Xadrez, em que buscará o recorde de participação em competição.

 

O xadrez no Estado tem apresentado praticantes com elevado nível e vários títulos já foram conquistados em disputas nacionais.

 

Fonte: 11/03/2007

http://www.correiodoestado.com.br/exibir.asp?chave=148641,1,4,11-03-2007



Escrito por silvestre às 13h42
[] [envie esta mensagem
]


 

 
[ ver mensagens anteriores ]